5 momentos em que “Bob Esponja” foi longe demais para um desenho infantil

Tentativa de assassinato, tortura psicológica, piada de suicídio, e mais.


Vários desenhos animados abordam temas pesados, coisa errada e palavrão. South Park, Simpsons, Family Guy, não faltam exemplos de desenhos pra adultos que não tem limite nenhum.

Mas é meio incomum quando desenhos feitos pra crianças flertam com temas talvez não tão adequados pra pirralhada. Bob Esponja é um dos desenhos infantis mais populares, mas alguns episódios tem histórias e detalhes meio curiosos se observados com um “olhar adulto”.

Mas talvez também seja isso que torna o desenho tão legal. Veja 5 momentos em que Bob Esponja passou um pouco da conta:

#1. O episódio da farpa no dedo

Se você sentia uma agonia vendo esse episódio, você não está sozinho.

Nessa história, Bob Esponja escorrega no molho tártaro enquanto trabalhava no Siri Cascudo, e uma farpa entra em seu dedão. Essa primeira cena já é meio grotesca.

Durante o episódio vemos várias tentativas de tirar a farpa do dedo, e uma dá mais agonia que a outra.

Chegando ao ponto do Patrick MARTELAR o dedo infeccionado.

Até que o Sirigueijo usa suas pinças pra tirar a farpa, e o dedo JORRA PUS. NOJENTO.

Image result for spongebob splinter gif

#2. O episódio em que o Bob Esponja se apaixona pelo hamburguer de siri

Em outro episódio, Bob Esponja cria o hamburguer de siri perfeito e fica apaixonado. Ele canta pro hamburguer, leva pra passear, praticamente vira o namorado do hamburguer de siri perfeito. Meio bizarro.

Mas o amor da vida do Bob Esponja começa a apodrecer.

E, depois de muito sofrimento, Bob Esponja decide come o hamburguer de siri podre. Lágrimas rolam enquanto ele come o seu grande amor, que estava nesse estado:

NOJENTO.

#3. O episódio em que a Sra. Puff tenta MATAR o Bob Esponja

Sra. Puff, a professora da escola de direção de barco, decide matar o Bob Esponja depois dele causar um acidente em que ela desinfla para sempre. Sim, MATAR.

Para isso ela inscreve o Bob Esponja em um derby de demolição – corrida em que o objetivo é destruir os carros/barcos , pensando que assim ela daria um fim em seu aluno. Nas arquibancadas ela chega a gritar de frustração por ele ainda não ter morrido.

Depois de seu plano não dar certo, ela tenta resolver sozinha. Mas ela não consegue matar o Bob Esponja, e ainda infla de novo no final, ou seja: ela quase matou o Bob Esponja a toa.

4. As “piadinhas” de suicídio do Lula Molusco

Em outro episódio, Bob Esponja tenta fazer o Lula Molusco lembrar de um momento feliz, mas o resultado é o oposto e o Lula Molusco entra em depressão profunda. O episódio todo é meio pesado considerando que se trata de um desenho pra crianças. Em dois momentos, por segundos parece que veremos o suicídio do personagem.

Primeiro, com o Lula Molusco colocando a cabeça no forno.

Depois, dizendo “Não consigo ficar feliz, talvez isso ajude” e pendurando uma corda no teto.

TENSO.

#5. Senhor Sirigueijo tortura o Plancton ao ponto dele querer se matar

O Senhor Sirigueijo descobre que seu maior rival, Plancton, tem pavor de baleias. Então ele decide se vestir de baleia e torturar seu rival gratuitamente.

Durante o episódio, o Senhor Sirigueijo, fantasiado de baleia, se dedica a aterrorizar Plancton repetidamente.

Apavorado e não suportando mais os medos e pesadelos, Planton decide que não aguenta mais e DEITA NA BR, onde sabe que o ônibus passará por cima dele em breve.

PESADO.

Ainda bem que criança não entende nada mesmo.