Brasileiro ganha concurso de fotografia em Londres com foto de tamanduá mas perde prêmio ao descobrirem que o animal era empalhado


Um fotógrafo brasileiro venceu um concurso de fotografia de vida selvagem promovido pelo Museu de História Natural de Londres.

Na foto, Marcio Cabral registrou um tamanduá atacando um cupinzeiro, e, de acordo com ele, a aparição do tamanduá foi uma surpresa, pois ele estava fotografando o cupinzeiro por causa das luzes verdes que aparecem por causa de um tipo de besouro que também vive ali.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Só que começaram a desconfiar que o animal na foto era empalhado.

Em trecho do G1:

“Quando alertado para essa possibilidade, o museu pediu a cinco cientistas que revisassem a foto vencedora e a comparassem com o modelo de exibição do centro.

Esses profissionais, incluindo o especialista em taxidermia do Museu de História Natural londrino e pesquisadores sul-americanos de mamíferos e tamanduás, trabalharam separadamente uns dos outros, mas todos chegaram à mesma conclusão – que se tratava do mesmo animal.”

Para comparação, este é um tamanduá empalhado que fica no centro de visitantes da mesma reserva em que a foto foi tirada.

O fotógrafo nega, mas ele perdeu o prêmio mesmo assim.