Notícias Archives - Jesus Manero
  • 14/10/2014 • Notícias


    Contra o Ebola, pastor promove culto noturno com evangélicas sem roupa

    Confessionário: pecadores

    Contra o Ebola, pastor promove culto noturno com evangélicas sem roupa

    Após a ameaça da entrada do vírus Ebola no Brasil, o pastor Adenilson Pinheiro, de 35 anos, promoveu um culto diferente. Com a proposta de deixar seu templo evangélico imune à doença, “Profeta Dedé”, como é conhecido, disse que recebeu de Deus as ordens de criar o primeiro culto exclusivamente feminino da cidade de Guiricema, Minas Gerais.

    “Nosso Senhor Todo Poderoso veio até mim numa oração e disse que para blindar a cidade do mal satânico do Ebola era preciso usar nossa principal arma, que são as mulheres”, revela Profeta Dedé.

    Ao ser questionado do motivo do culto ser sempre à noite e com as mulheres despidas, Adenilson foi categórico. “As mulheres de Guiricema são muito trabalhadoras e só têm tempo para participar da adoração no turno da noite, por isso venho marcando os cultos para depois das 23h”, afirma. “Dá tempo delas cuidarem de seus filhos, colocarem os maridos para dormir e virem pra igreja”, completa o pastor.

    Contra o Ebola, pastor promove culto noturno com evangélicas sem roupa“Aconselho a todas tirarem a roupa para relembrar o tempo de Adão e Eva, onde o pecado não existia. Assim a conexão com Deus fica muito mais límpida e mais fácil de pedir a benção contra o Ebola”, garante Adenilson.

    Bárbara M., uma das evangélicas que mais participaram do culto fechado diz que a experiência é marcante. “Ele tem a palavra muito forte, ele é um varão que sabe se comunicar com Deus. Por isso nós confiamos nele. Durante o culto o Profeta Dedé passa abençoando uma a uma das mulheres, ungindo todo nosso corpo com o óleo sagrado. Agora nos sentimos protegidas do Ebola”.

    Segundo o pastor, a tendência é que ele viaje por todo o Brasil promovendo seu culto afim de livrar o país de outras “doenças satânicas”.

    Fonte: Diário de Guiricema

  • 10/10/2014 • Notícias


    Exorcistas afirmam: Internet deixa os jovens vulneráveis a Satanás

    Confessionário: pecadores

    Exorcistas afirmam: Internet deixa os jovens vulneráveis a Satanás

    Sacerdotes católicos e especialistas em exorcismo reunidos em um curso para exorcistas em Roma alertaram que o acesso à internet e a novas tecnologias facilita o contato com seitas satânicas e a difusão do culto ao demônio.

    Uma preocupação dos organizadores do curso, organizado pela Universidade Regina Apostolorum, é o risco de que os jovens, muitos dos quais utilizam a internet regularmente, estejam mais vulneráveis ao satanismo.

    Exorcistas afirmam: Internet deixa os jovens vulneráveis a Satanás

    “O sacerdote com uma boa preparação pode ajudar muito a enfrentar o problema do fascínio exercido pelo satanismo sobretudo em jovens frágeis ou que vivem em situação de dificuldade”, disse o porta-voz da Universidade Regina Apostolorum, Carlo Climati, ao apresentar o curso.

    O padre Cesare Truqui, um dos organizadores, disse que, “além de padres, há psicólogos, médicos, advogados e outros especialistas que ajudam os sacerdotes no discernimento dos casos, para entender se o que se passa com a pessoa sai da normalidade”.

    Um dos professores do curso, o padre exorcista Gabriele Nanni, disse que as pessoas ficam expostas ao buscar na web informações sobre práticas satânicas e ocultismo.

    “Graças à internet há grande difusão de esoterismo e satanismo, e é justamente por meio destas práticas que muitas pessoas sofrem ataques do demônio, ainda que não a ponto de serem totalmente possuídas”, disse o religioso, segundo a agência de noticias Ansa.

    Nanni informou que, nos últimos anos, aumentou o número de padres exorcistas. “No mundo eclesiástico, há um aumento da atividade dos exorcistas, com um interesse maior sobretudo por parte dos sacerdotes mais jovens”, afirmou Nanni.

    Giuseppe Ferrari, diretor da Gris, instituto reconhecido pela Conferência Episcopal italiana, confirmou a percepção da difusão do satanismo via internet.

    “Dados científicos confirmam esta tendência. Recebemos muitas denúncias e pedidos de ajuda de pessoas que se envolvem com seitas satânicas e outros tipos de seitas”, disse.

    “A internet é um veículo de informação onde se encontra de tudo. Num site de rock tipo ‘heavy metal’, por exemplo, abrem-se links para sites, e as vias de acesso são infinitas.”

    Fonte: Paulopes

  • 21/06/2014 • Notícias


    Vocalista ateu continua em banda gospel para vender álbuns

    Confessionário: pecadores

    Vocalista ateu continua em banda gospel para vender álbuns

    Fãs da banda “As I Lay Dying”, um grupo de metal cristão, foram surpreendidos com a declaração de Tim Lambesis que se declarou ateu e confessou que mesmo depois de deixar de acreditar em Deus ele continuou fazendo shows como cristão.

    Lambesis está preso por ter contratado um matador de aluguel para executar sua ex-esposa, Meggan Murphy Lambesis, mas além de confessar o crime o vocalista ainda fez outras declarações polêmicas ao “Alternative Press”.

    Vocalista ateu continua em banda gospel para vender álbuns

    Uma dessas declarações se refere ao fato dele não ter deixado a banda ou ter avisado aos fãs sobre sua nova posição religiosa que é o ateísmo. A justificativa dada por Lambesis é que tal afirmação causaria a diminuição da venda de discos da banda. “Nós conversamos sobre a possibilidade de continuar vendendo para os cristãos”, disse ele.

    No pensamento da banda os fãs eram “crianças” que viviam em uma “bolha” e que precisavam das músicas para alimentar esse mundo paralelo do cristianismo.

    “Tivemos essa ideia ‘nobre’ de pensar: ‘bem, não estamos passando ideias ruins, estamos apenas cantando coisas sobre a vida real. Essas crianças precisam ouvir sobre isso porque vivem em uma bolha”.

    Ele também confessou que não era o único ateu da banda. “Eu não fui o primeiro cara do As I Lay Dying que deixou de ser cristão. Na verdade, eu acho, que fui o terceiro. Os dois que permaneceram pararam de falar sobre isso, então eu tenho certeza que eles caíram também”, disse.

    Questionado se sentia hipócrita por cantar o que não acredita, o roqueiro afirmou que não e disse que a maioria das bandas cristãs que dividiu o palco com ele também não acreditam no que pregam.

    “Em 12 anos de bandas conhecemos muitos grupos, posso afirmar que a maioria das bandas cristãs não são formadas por cristãos. Eu diria que talvez uma em cada dez bandas realmente são cristãs”.

    Na entrevista ele chegou a confessar que quando um fã pedia uma oração ele desconversava e dizia que iria orar quando estivesse no ônibus, por não gostar de orar alto. Outras vezes apenas fechou os olhos e esperou que os fãs realizassem a oração. 

    Fonte: Gospel Prime

  • 12/06/2014 • Notícias


    Tá tendo Copa #1: as melhores notícias da Copa do Mundo no Brasil

    Confessionário: pecadores

    Tá tendo Copa #1: as melhores notícias da Copa do Mundo no Brasil

    Olá, amigos do Jesus Manero. Primeiramente obrigado Jesus e Deus pela Copa do Mundo que começa daqui a pouco e eu já tô com minha cueca verde e amarela pronto pra louvar os 11 apóstolos que entrarão em campo.

    A Copa nem começou oficialmente, mas o clima fora dos gramados já traz notícias que fazem todo mundo sorrir. Vamos dividir essa alegria extra-campo com você.

    Toma aí as notícias mais bacanas da semana:

    Continue lendo

  • 08/01/2014 • Notícias


    Pastor morre ao tentar imitar Jesus e andar sobre a água

    Confessionário: pecadores

    Pastor morre ao tentar imitar Jesus e andar sobre a água

    Pastor morre ao tentar imitar Jesus e andar sobre a águaUma tentativa de repetir um dos feitos mais marcantes de Jesus resultou na morte de um pastor africano diante dos fiéis de sua congregação.

    Franck Kabele, 35 anos, líder da Igreja de Kabele, tentou repetir o milagre bíblico em que Jesus andou sobre as águas, e terminou afogado.

    Segundo informações da revista Celebrity, Franck disse aos fiéis que havia recebido uma “revelação de que, se eles tivessem fé suficiente, poderiam andar sobre as águas como Jesus”, revelou uma das testemunhas.

    O afogamento aconteceu numa praia de Libreville, na República do Gabão. “O pastor e sua congregação se afastaram da praia em um barco, em um passeio de 20 minutos. Quando o pastor entrou na água, afundou de repente com água sobre a cabeça, e nunca mais voltou”, noticiou o jornal local Daily Glasgow Record.

    Fonte: Gospel Mais