in

Golfinho estuprador causa pânico em mergulhadores

jornaljm

Um golfinho está causando mal-estar nas águas do Grand Cayman, no Caribe. Batizado de Stinky pela comunidade local, o mamífero vive solitário desde que foi expulso do grupo que vive no local. E todas as vezes que há aproximação termina em brigas. O fato não deve ser levado como brincadeira porque apresenta perigo a vida humana. Quem afirma é o mergulhador Michael Maes, que quase foi vítima do golfinho.

video_golfinho

golfinho_estupradorEle divulgou um vídeo em que o golfinho o assedia sexualmente durante um mergulho e alerta a população para o perigo. O animal atingiu sua maturidade sexual e não tem companhia para procriar. Por conta disso, ele tornou-se agressivo e uma ameaça aos seres humanos que mergulham no local.

O golfinho de 500 quilos de músculo e sete metros de comprimento tem uma força incrível capaz de agarrar e puxar para o fundo do mar outros golfinhos e seres humanos. Michael revelou ainda que os golfinhos que vivem solitários são conhecidos por estuprar outros golfinhos e até seres humanos. Durante o ato sexual ele é capaz de atirar a vítima para a superfície, suavemente ou em alta velocidade, colocando o mergulhador em perigo com sobressão de pulmão.

“Tentei manter-me próximo ao chão, que felizmente estava há 30 metros de profundidade, e ao lado de uma mini-parede. Por eu não ter ficado muito tempo no fundo e ter bastante oxigênio, minha vida não correu perigo ao ponto de ter uma intoxição. Eu liberei este vídeo para mostrar às pessoas que um encontro com o golfinho solitário é perigoso. Não tenho a intenção que este vídeo torne-se viral e sim de alertar para o que está acontecendo no caribe”, relatou.

Fonte: Conexão Jornalismo


Deixe uma resposta

Loading…

Comentários