,

Pastoras montam banda de grindcore gospel

“Grindcore, como estilo musical, é um caldeirão de extremismos. Nele cabem hardcore punk, metal extremo, anarco-punk, noise rock e rock industrial. Seus elementos mais visíveis são os vocais guturais, as músicas de duração curta e andamentos absurdamente velozes – em especial um tipo de batida conhecida como metranca/blast beats”. (trecho kibado da Wikipédia porque tá frio e a preguiça é grande)

Daí surgem 3 religiosas e montam o primeiro grindcore gospel feminino de que se tem notícia. Formado por Pastora Maria (vocais), Obreira Bruna (baixo) e Pastora Neide (bateria), o Grindcore de Jesus tenta converter os jovens apelando para um estilo musical, digamos… não convencional.

Não sei se é fakezão, mas não deixa de ser genial.

Antigo porém sempre gold.

Confessionário


Ser mãe é não poder sair 2 minutinhos que as crianças fazem isso

O gordinho mestre no jogo da dança