Jogador do Flamengo não entende bem o protocolo e se atrapalha na hora do hino da Colômbia

Rodinei, o jogador que respeita todos os hinos.


O Flamengo enfrentou o Santa Fe, da Colômbia, pela Copa Libertadores na última quarta, 26.

O jogo aconteceu em Bogotá, na Colômbia. Antes do início da partida o hino da Colômbia foi executado, e Cuellar, jogador colombiano que atua pelo Flamengo, botou a mão no peito para acompanhar. E então seu companheiro de time, Rodinei, brasileiro nascido em Tatuí-SP, viu seu colega com a mão no peito e correu pra colocar também.

Rodinei respeita todos os hinos.