O Punisher de Minas Gerais fez a confissão de assassinato mais tranquila que já se viu

"Morreu, quebrou o pescoço, morreu, foi pro inferno..."


2.3k shares

O mineiro relatando como matou o estuprador como se tivesse contando que parou na casa da vó pra comer um pão de queijo e tomar um cafézim.

“Até então eu dei só umas pancadinhas de leve só, fiz nada demais não, só dei uma bicuda, ele caiu e bateu a cabeça e começou a tremer, aí eu falei aaah deu merda e terminei de pisar porque eu já tava ciente do que eu tinha feito…”

“Tranquila, tranquiiiila a consciência não tá porque matar um ser humano é a mesma coisa que matar um porco…”

O cara quer ser tipo o Justiceiro de Minas Gerais.