O dia que o corretor do celular quase fez uma pessoa se matar de vergonha ao consolar o amigo que tinha perdido um parente | Jesus Manero