Pop 100, a moto que queria ser livre | Jesus Manero

Pop 100, a moto que queria ser livre


236
481 shares, 236 points

O vídeo começa daquele jeito: toda a marra do motociclista informal brasileiro mostrando que não tá aí de brincadeira. Tirar uma onda para ele é mole, botar a cabecinha pra baixo e queimar pneu fazendo um círculo na garagem é praticamente brincadeira de criança. Quem vê já afirma categoricamente que ele é o novo talento do motocross nacional.

Até a moto decidir viver a própria vida. Perceba o exato momento em que o veículo se cansa de toda essa escravidão e decide fugir como um corcel indomável para a terra das motocicletas livres. O nosso protótipo de Carlos Campano, naturalmente, tenta impedi-la e é aí que o vídeo começa a ficar bom.

Esqueça todos os filmes de Velozes e Furiosos e veja uma Pop 100 encapetada se revoltando e mostrando que não nasceu para ser escrava de ninguém.

Inclusive estou tatuando no meu braço o momento em que a moto tenta finalizar o oponente levando-o direto para a parede

didi_moto_morreu

dica manera enviada pela leitora Dona Nenê