Wanderley dando ideia errada por causa de um pudim | Jesus Manero

Wanderley dando ideia errada por causa de um pudim


172 shares

Quando você vê alguém sorrindo numa cela o que você pensa? Isso mesmo, TENTATIVA DE SUICÍDIO!

Conheça Wanderley o gênio que tentou se matar ateando fogo não em si mas em sua casa inteira e sua história de amor com a muié véia, traição e pudim:

Vamos enumerar os momentos fenômenais deste vídeo:

1. Aparece o maluco sorrindo dentro da cela, corte seco pra investigadora que solta: “Wanderley foi detido essa noite por ter tentado suicídio”;

2. O repórter vira pro Wanderley e fala: “tentou o suicídio porque é um homem apaixonado, é isso Wanderley?” E ele responde com uma voz de criança de doze anos e com o sotaque do interior: “Pela minha muié… demais!”;

3. Wanderley o virjão suicida é perguntado a quanto tempo está com a mulher, se é o bastante pra suicidar, e todos imaginamos anos. Porém mais uma vez ele nos surpreende: “rapaz já deve ter quase uns três meses já”;

4. Wanderley, o eterno romântico, é arguido sobre a idade de sua mulher. Sua resposta demonstra porque talvez ela tenha traído ele: “Tem quarenta e já vai paulada já, é muié véia”;

5. O discurso constante e lógico de nosso herói continua. Preste atenção no diálogo. “Quantos filhos ela tem?” “Tem dois” “Algum é seu?” (Wanderley sorri) “Graças a deus que não” “E você queria ter filho com ela?” “É O QUE EU MAIS QUERO NA VIDA”;

6. Depois de quase dois minutos falando que vai se matar, que vai matar a mulher e que vai matar o amante, aparentemente nessa ordem, Wanderley ultrapassa todos os limites da razão humana e apresenta o melhor argumento de todos. “EU NÃO AGUENTO ESSA VIDA MAIS NÃO… CHEGA… O CARA COME PUDIM, COME CHOCOLATE LÁ TUDO ESSAS COISA GOSTOSA E AGENTE NÃO PODE COMER NÃO?!”

Obrigado Wanderley por seus questionamentos profundos.